Vai disputar as Eleições 2020? Fique por dentro das principais datas e prazos

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já aprovou o calendário das eleições municipais de 2020.
O primeiro turno acontecerá em 4 de outubro, e o segundo turno, em 25 de outubro.
No ano que vem, os eleitores irão às urnas para escolher prefeitos, vice-prefeitos e vereadores.
Veja abaixo algumas das datas previstas no calendário.

Calendário Eleitoral 2020

Data Evento
01/01 Entidades ou empresas que fazem pesquisas relativas às eleições ou a possíveis candidatos ficam obrigadas a registrar as informações no Sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais até 5 dias antes da divulgação
01/01 Fica proibida a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios por parte da administração pública, exceto nos casos de calamidade pública, de estado de emergência ou de programas sociais autorizados em lei e já em execução orçamentária no exercício anterior
01/04 TSE passa a veicular no rádio e na TV propagandas institucionais para incentivar a participação feminina, de jovens e da comunidade negra na política
04/04 Limite para os partidos interessados em disputar a eleição terem os registros aprovados pelo TSE
15/05 Pré-candidatos poderão fazer arrecadação prévia de recursos na modalidade de financiamento coletivo
04/07 Fica proibida a contratação de shows artísticos pagos com recursos públicos na realização de inaugurações
20/07 Fica permitida a realização de convenções para escolha de coligações e candidatos a prefeito, vice-prefeito e a vereador
20/07 Último dia para a Justiça Eleitoral divulgar os limites de gastos para cada cargo em disputa
05/08 Último dia para as convenções destinadas à escolha das coligações e dos candidatos a prefeito, vice-prefeito e a vereador
15/08 Último dia para partidos e coligações apresentarem à Justiça Eleitoral o requerimento de registro dos candidatos
16/08 Data a partir da qual será permitida a propaganda eleitoral, inclusive na internet
19/09 Data a partir da qual nenhum candidato poderá ser detido ou preso, salvo em flagrante delito
24/09 Último dia para o eleitor requerer a segunda via do título dentro do domicílio eleitoral
29/09 Data a partir da qual nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável
1°/10 Último dia para divulgação da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV relativa ao primeiro turno
1°/10 Último dia para a realização de debate no rádio e na TV
04/10 Primeiro turno
23/10 Último dia para divulgação da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV
23/10 Último dia para realização de debate no rádio e na TV
25/10 Segundo turno

As 3 principais tendências de marketing político em 2020

O marketing digital vem mudando o cotidiano da sociedade, e no meio político não é diferente. É por isso que muitos analistas defendem o Marketing Digital Político, simplesmente porque cada vez mais os meios digitais se tornaram uma importante ferramenta de comunicação e relacionamento de políticos e eleitores.

A visibilidade e proximidade alcançadas com as plataformas digitais dificilmente se igualam a outros canais. É por isso que os políticos estão cada vez mais preocupados com a estratégia digital. O marketing digital político vai muito além da promoção de candidatos, partidos e plataformas eleitorais na Internet.

Veja as 3 principais tendências de marketing político em 2020

  • Ganhar confiança

É importante que os candidatos busquem um espaço nas redes sociais para gerar interação onde os usuários que os acompanha e se identifiquem com as postagens. As pessoas não estão cansadas de política, mas de políticos. Por esse motivo, o conteúdo de mídia social deve representar os interesses da comunidade, e não o interesse do político.

  • Redes sociais que constroem confiança

É importante não ser simplesmente um diário que somente contempla o ego do político. Os usuários desejam ver histórias da vida real, sentir-se identificados com o que é postado. Vídeos curtos e ao vivo, imagens com textos e fotos da realidade cotidiana ajudam na construção da identificação. 

  • Planeje o marketing digital

É importante que, ao planejar uma campanha de marketing digital, comece dizendo não ao conteúdo comercial ou institucional. A campanha tem de vender o político, mas sem vende-lo. É preciso voltar ao básico, ao humano, pensando  nos usuários que acompanham o político e não no político e seu ego. As redes sociais dos políticos não são deles e sim dos que o acompanham.

Além disso, o marketing digital político deve fornecer espaços de comunicação diretos e funcionais. Esses espaços são importantes para os usuários, pois não apenas se sentem identificados, mas também participantes.

As coisas mais importantes na implementação do Marketing Digital Político

  • Conteúdo: O principal motivo que faz do marketing digital político uma das ferramentas mais fortes para promover um candidato é o conteúdo e a velocidade e facilidade de disseminação desse conteúdo.
  • Conheça as pessoas com quem você fala, por meio de ferramentas de análise métrica.
  • Detecte tendências, o que é falado na Internet, bem como o perfil das pessoas com quem você se relaciona na internet.
  • O objetivo do marketing digital político é acompanhar as tendências e permanecer nelas.
  • As redes sociais permitem que os candidatos tenham uma conexão direta com as pessoas. Dessa forma, ele volta a ter uma certa humanidade e consegue criar empatia.
  • No marketing eleitoral, as mensagens são mais pessoais e diretas, em vez de parecer algo mecanizado projetado para vender uma ideia.

O Marketing Político Digital é uma estratégia que veio para ficar, então comece a utilizar!

  • Defina objetivos específicos para cada plataforma.
  • Use o Big Data para saber quais tópicos são discutidos, detectar gostos e preferências em cada segmento de potenciais eleitores.
  • Definir vários perfis de público-alvo – Microtargeting.
  • Conheça os adversários e seus seguidores muito bem.
  • Crie mensagens fortes e eficazes, anexadas a uma estratégia de conteúdo alinhada aos objetivos.
  • Expanda a transmissão de mensagens.

Não tem como negar, hoje a internet é tão essencial às campanhas eleitorais, quanto ao período pré-eleitoral e no dia a dia do político e sua equipe de trabalho. E pensando nisso o Sistema Gabinete360 vem se desenvolvendo com tecnologia de ponta, para facilitar o relacionamento do cidadão com o político.

Assinando o Gabinete360, você terá ao seu dispor o mais poderoso sistema para gestão de gabinete político do mercado, indispensável para que você possa tornar o seu gabinete mais eficiente, tomar suas melhores decisões e conquistar mais eleitores.

Acesse: https://www.gabinete360.com.br

Alguém estava preparado para o impacto das mídias sociais na política?

Com as mídias sociais o nosso dia-a-dia sofreu um grande impacto, mas e no meio político? Alguém imaginava a dimensão e o impacto que sofreríamos? Na última eleição presidencial a campanha foi extremamente norteada para o meio digital, arrisco a dizer que esta evolução não tem mais volta, ou o político se adapta a realidade, ou deixará de ocupar cargo eletivo.  Para entender tudo isso, o político seja ele de qualquer esfera, municipal, estadual ou federal, precisa ter atenção a alguns tópicos para poder tirar o máximo proveito do meio digital e apresentar um marketing politico digital que impressione o seu público.

A corrida no meio digital começa bem antes do anúncio de qualquer candidatura.

Muito antes de se colocar oficialmente como candidato à um cargo eletivo, o indivíduo precisa estabelecer a sua presença no meio digital. Isto significa começar a definir e aplicar a sua estratégia de marketing político digital.  Por que isso é tão importante? Porque uma campanha política a qualquer cargo eletivo, trata-se de exposição, fidelização, relacionamento e converssão do voto. As ferramentas do meio digital facilitam a identificação de público alvo e a posterior comunicação de forma assertiva e direcionada a ele, gerando a exposição, o relacionamento, e com o tempo, a fidelização e a converssão de voto.

Para ter sucesso desenvolva uma estratégia realista.  

Defina e implemente um plano completo, com objetivos, estratégias e táticas, muito antes do lançamento oficial da campanha. Ter um plano ajudará e minimizar os erros, e ainda dará norte a equipe de campanha, para que ela tome decisões mais rapidamente. Outro ponto importante é entender os benefícios e os riscos do uso de mídias sociais para a imagem do candidato.

Tenha um plano de contingência

Por mais capacitada que a equipe de trabalho seja sempre ocorrerá erros. E o que fazer quando isso acontecer?

Os candidatos e equipes tem de desenhar um plano de contingência com as habilidades, funções e poderes de tomada de decisão de cada membro da equipe. Imaginem a seguinte situação, um membro da equipe posta em determinada rede social uma notícia sobre a campanha ou sobre o candidato, esse mesmo membro esquece de sair da conta do candidato e na sequência comenta a postagem com um elogio, ou seja, o candidato elogiando ele mesmo, vira motivo de desmoralização da campanha. Nesse caso quem da equipe está habilitado a consertar a situação? O que se fazer quando ocorrer algo desse tipo?

Se estiver previsto no plano de contingência, a tomada de decisão será muito mais rápida e assertiva, o ponto chave e mais importante, é capacitar as pessoas certas para tomar as decisões.

Conheça o seu público alvo 

O público alvo de um candidato é composto de jovens eleitores, eleitores de meia-idade, homens, mulheres, idosos, pessoas mais instruídas ou menos instruídas. O conteúdo e as ações de campanha devem ir de encontro com os anseios do público alvo escolhido, lembre que fazer conteúdo que tente acertar todos os públicos não será assertivo e nem efetivo. Por isso a importância de se conhecer as pessoas e seguidores do político.

Com o gabinete360 você pode facilmente cadastrar e segmentar seus eleitores, mapeá-los, e assim, produzir conteúdo específico para cada segmento.

Conheça nossos planos de assinatura em: https://www.gabinete360.com.br/planos/

A importância da limpeza ou follow-up de banco de dados

A limpeza ou follow-up de dados é o processo de detectar e atualizar dados imprecisos ou corrompidos de um banco de dados. O processo é usado principalmente em bancos de dados nos quais dados incorretos, incompletos e imprecisos são identificados. As autoridades tem que confiar amplamente nos dados e na integridade dos endereços dos eleitores e apoiadores, garantindo que as mensagens sejam precisas e envidas corretamente por e-mail ou postadas aos destinatários.

Para garantir que os dados dos eleitores e apoiadores sejam usados ​​da maneira mais produtiva e significativa e que possam aumentar o valor intrínseco do mandato, os gabinetes precisam dar importância à qualidade dos dados.

Gerenciar e garantir que os dados estejam limpos pode fornecer um valor significativo ao mandato. Os gabinetes podem evitar as dificuldades com o alto tempo perdido no processamento de erros, como no caso, de dados incorretos dos envios, bastando fazer o follow-up ou a limpeza desses dados já identificados como incorretos.

As informações dos eleitores e apoiadores estão sempre sendo alteradas devido às mudanças de endereço residencial, troca de telefone entre outros fatores. Essas mudanças tem de ser atulizadas no banco de dados, mantendo-o sempre limpo, e por consequencia levar à redução de custos operacionais e à maximização do mandato.

Essas são as vantagens da limpeza ou follow-up de dados:

  1. Melhora a Eficiência das Atividades de Gabinete
  2. Melhora o processo de tomada de decisão
  3. Simplifica as Práticas Legislativas
  4.  Aumenta a Produtividade da Assessoria
  5. Gera ecônomia de materiais no gabinete

À medida que o mandato se expande a tendência é que o banco de dados também aumente, exigindo um cuidado maior para manter bancos de dados precisos. Não há dúvida que a limpeza de dados pode ajudar os mandatos e gabinetes a atingir metas e uma reeleição menos turbulenta.

A limpeza de dados não economiza apenas tempo e dinheiro para os mandatos e gabinetes, mas também garante que estes atinjam a eficiência operacional.

E pensando nisso, o Sistema Gabinete360 vem se desenvolvendo com tecnologia de ponta, para facilitar o relacionamento do cidadão com o político.

Assinando o Gabinete360, você terá ao seu dispor o mais poderoso sistema para gestão de gabinete político do mercado, indispensável para que você possa tornar o seu gabinete mais eficiente, tomar suas melhores decisões e conquistar mais eleitores.

Acesse: https://www.gabinete360.com.br

A influência da internet no meio político

Em meados da década de 1990, surge a internet como uma nova força para mudar significativamente a “política”, destaco três pontos de mudança.

A primeira mudança é a maneira como os políticos alcançam o público alvo de eleitores. Anteriormente, os políticos usavam somente de mídia estabelecida (rádio, televisão, jornais e revistas), ou simplesmente visitando, conhecendo e se relacionado com pessoas pela cidade. Com a internet isso mudou! Hoje ela é uma mídia estabelecida.

Segundo a pesquisa realizada no período entre 25 e 30 de julho de 2018, pela Paraná Pesquisas, a internet é o meio de comunicação mais influente nas eleições de 2018. De acordo com a pesquisa do instituto, a internet é o principal meio usado para se informar sobre a política no nosso país, contando com a resposta de 42,5% dos participantes e logo em seguida vem a Televisão com 36,7%.

A segunda mudança produzida pela Internet é com relação à participação do cidadão nos processos políticos. As pessoas se limitavam a votar, mas com a internet, a participação seja por críticas ou até mesmos com sugestões e elogios aumentou significativamente, dando voz a quem jamais pensou em participar do processo político.

A terceira mudança causada pela Internet, é a maior participação de pequenos grupos locais, antes os únicos grupos que participavam ativamente da política, eram muito grandes e especializados. A internet deu voz os grupos menores e mais interessados no processo político.

A capacidade da Internet para influenciar as sociedades já está clara e do ponto de vista dos políticos, cidadãos individuais e grupos de interesse, a Internet mudou a forma pela qual as pessoas participam da política, permitindo que elas opinem, critiquem e sugestionem muito mais e com mais rapidez.

Não tem como negar, hoje a internet é tão essencial as companhas eleitorais, quanto ao período pré-eleitoral e no dia a dia do político e sua equipe de trabalho.
E pensando nisso o Sistema Gabinete360 vem se desenvolvendo com tecnologia de ponta, para faciltar o relacionamento do cidadão com o político.

Assinando o Gabinete360, você terá ao seu dispor o mais poderoso sistema para gestão de gabinete político do mercado, indispensável para que você possa tornar o seu gabinete mais eficiente, tomar suas melhores decisões e conquistar mais eleitores.

Acesse: https://www.gabinete360.com.br

Open chat
Precisa de ajuda?
Olá, como podemos te ajudar?